Acesse a Plataforma

Diante de um cenário de enorme competitividade no mercado, foram desenvolvidos diversos métodos para aumentar a produtividade. Um dos mais eficientes utilizados pelos empreendedores é a manutenção do engajamento nas empresas. Isso porque, sendo os colaboradores os grandes responsáveis pelo bom desempenho da instituição, mantê-los motivados no projeto da organização eleva a energia depositada no trabalho.

Para que você compreenda melhor quais são os impactos do engajamento do time e que medidas contribuem para o desenvolvimento dessa motivação, elencamos alguns tópicos explicativos sobre o conteúdo e algumas dicas de implementação na empresa. Confira!

Quais são os impactos positivos de um time engajado?

Para alcançar um bom nível de engajamento nas empresas, é necessário, primeiramente, construir um propósito sólido, que motive o grupo ao trabalho. Valores, metas e objetivos em médio prazo podem contribuir nesse sentido.

Quando esse processo ocorre, o colaborador passa a depositar sua energia para alcançar a realização de projetos. Assim, há o aumento da produtividade, o alinhamento dos processos e, principalmente, a disseminação de uma imagem positiva da empresa por conta do comprometimento do time e da excelência do serviço prestado.

Quais são os impactos negativos da falta de engajamento?

falta de engajamento do time, em geral, é responsável por criar uma atmosfera negativa na empresa, que desestimula o trabalho e ocasiona a queda do rendimento. Em longo prazo, essa falta de energia grupal fragiliza os laços entre o time e reduz a cooperação nas atividades do dia a dia. Isso permite que o colaborador fique mais suscetível à mudança de emprego e ao abandono do cargo conquistado.

Quais medidas ajudam a desenvolver o engajamento?

Criar uma cultura organizacional engajada 

Se a liderança for descomprometida com os propósitos da empresa, o time dificilmente se manterá engajado no trabalho. Por esse motivo, é importante criar uma cultura sólida de engajamento a níveis de gerência, que seja transmitida a todos os trabalhadores. Assim, a administração das atividades e as tomadas de decisão serão guiadas estrategicamente para construir um ambiente motivado e comprometido.

Vale ainda ressaltar a importância do auto engajamento nesse processo. Em outras palavras, deve-se fazer com que o colaborador compreenda que ele também precisa realizar um movimento para se engajar nas estratégias da empresa. Afinal, a liderança nem sempre estará presente nas atividades e, portanto, é necessária a cooperação de todos para que a motivação faça parte da rotina.

Valorizar o time

Os colaboradores são figuras importantes na organização para o alcance dos objetivos. Entretanto, poucas empresas os deixam cientes de seu valor. Por outro lado, é justamente o reconhecimento e a valorização do seu trabalho o que motiva o trabalhador em suas funções.

Sendo assim, valorize as pessoas em sua empresa, permitindo que elas explorem suas potencialidades, tenham perspectiva de crescimento na carreira e autonomia para tomar determinadas decisões. Isso faz com que elas se sintam peças importantes na construção de um projeto de sucesso e contribuam com seus talentos para o crescimento da empresa.

Desenvolver critérios para a contratação

A contratação de novos integrantes é um momento importante, em que a empresa pode traçar estratégias para que os candidatos selecionados sejam aqueles que possuem competências comportamentais alinhadas aos valores da instituição. 

Isso favorece o processo de adaptação do time e faz com que o colaborador encontre perspectiva na organização ao se identificar com os propósitos. Fique atento, portanto, aos critérios de recrutamento para que você consiga construir um grupo completo, complementar e disposto a vestir a camisa.

Quando há a valorização dos talentos e dos colaboradores, a tendência é que haja o aumento do engajamento nas empresas. Como consequência disso, a organização consegue impulsionar seu crescimento diante de uma série de benefícios que alcança, como o aumento da produtividade, a redução de desperdícios e a elevação da lucratividade. 

Agora que você já sabe como impulsionar o engajamento nas empresas, que tal conferir qual a importância da avaliação de desempenho no empreendimento?

Sônia Padilha

Sônia Padilha

Especialista em Gestão de pessoas desde 2003, com formação na Fundação Getúlio Vargas, desenvolvendo projetos para pequenas e médias empresas, em diversos segmentos. Atuação de 19 anos na área de Educação, e a última experiência acadêmica como Professor Convidado na Pós Graduação da UNINOVE nas áreas Gestão Estratégica de RH e Consultoria Empresarial. Presidente da ABRH-SP – Regional Sorocaba.

Veja também

Cadastre-se para receber nossas novidades em seu e-mail: