Acesse a Plataforma
Como estruturar o RH estratégico e beneficiar sua empresa?
17 de setembro de 2018 Sônia Padilha

Atualmente, a estratégia é um dos maiores ativos empresariais. Ela é determinante para as empresas que se consolidam em seus mercados (em relação àquelas que são ultrapassadas pela concorrência).

O conceito é aplicado na organização como um todo e em seus departamentos, individualmente, compreendendo a área de Recursos Humanos. Assim, saber como estruturar o RH estratégico é fundamental para aumentar sua competitividade no segmento de atuação.

estruturação do RH consiste na forma como esse departamento se posiciona dentro da empresa. Deixa-se de considerar apenas a parte burocrática e passa-se a trabalhar em conjunto com as demais áreas, visando ao sucesso da organização por meio da gestão de pessoas.

Quer estruturar um RH estratégico? Confira, abaixo, como fazer isso na prática!

Conheça e participe do planejamento estratégico da empresa

Sua estratégia resultará de um planejamento bem-feito. Por isso, para direcionar a atenção para o RH, será necessário conhecer e participar ativamente da construção do planejamento estratégico da empresa, que determina as metas e os objetivos a serem alcançados nos meses seguintes (e como isso deve ser feito). Alguns dos componentes desse plano são:

  • análise do cenário atual da organização;
  • definição dos objetivos;
  • desenvolvimento das estratégias;
  • elaboração de um programa de ações.

Com base naquilo definido em seu planejamento estratégico, você terá todas as informações necessárias para adequar o departamento de RH de maneira que os resultados projetados sejam alcançados com maior facilidade.

Busque o alinhamento da equipe

De nada adianta ter bons objetivos se o time está andando em direção aposta a eles. Para evitar cair nessa situação, é imprescindível buscar o alinhamento entre as metas da empresa e as de seus colaboradores — especialmente os da área de RH. Assim, ambas as partes vão poder trilhar o mesmo caminho.

Isso implica em observar, fazer um estudo de campo e comunicar-se com os trabalhadores. Questione-os sobre as impressões que têm sobre a empresa e os objetivos a serem atingidos em seus respectivos cargos.

Se você constatar que eles estão desmotivados e sentem falta de incentivos por parte da organização, será preciso tomar medidas que os motivem. Estimule-os a comprar suas propostas, por exemplo.

Verifique, ainda, se todos os profissionais têm interesse e apresentam as competências exigidas para que comecem a atuar de maneira estratégica. Capacite sua equipe para lidar com assuntos estratégicos, ensinando fatores como mensuração, desenvolvimento de lideranças e gestão de competências.

Deixe evidente para o time quais são os benefícios da mudança. Para tanto, realize reuniões para apresentar os resultados obtidos a partir das aplicações bem-sucedidas, além de solicitar opiniões e dar abertura para novas ideias (ou, até mesmo, planos de ação).

Elabore o planejamento estratégico de RH

Basicamente, essa etapa requer o preparo de um diagnóstico das condições em que o RH se encontra atualmente. Defina o que se pode esperar para o futuro dentro das informações reais, projetando o que deseja e como chegar lá.

Em seguida, faça a estruturação do plano, aprovando as prioridades, os objetivos, as ações a serem colocadas em prática e as políticas que devem ser seguidas. Nesse processo, você pode fazer uso de ferramentas de gestão. Vale ressaltar a importância de trabalhar com projetos e programas que apresentem um forte apelo estratégico.

Entre os benefícios desse tipo de iniciativa, podemos citar o alinhamento dos objetivos empresariais aos do colaborador, promovendo sua motivação. Também é possível identificar o que está acontecendo na empresa, com o intuito de se preparar para lidar com novos comportamentos e tendências, evitando ser pego de surpresa. Ou seja: resultados mais consistentes são conquistados.

Mensure e acompanhe os resultados constantemente

Uma vez determinado o mapa a ser seguido para tornar o RH estratégico, é preciso pensar em elaborar uma metodologia que seja capaz de mensurar os resultados.

Dessa forma, seja por meio de avaliações, softwares ou treinamentos, você terá como checar se seu time está caminhando conforme o planejado. Isso pode ser feito com o monitoramento periódico de indicadores de desempenho.

Quando você sabe medir os resultados, fica mais fácil agir de modo eficiente para corrigir eventuais situações desfavoráveis. Assim, pode-se aprimorar a gestão de talentos e contribuir com a melhora do clima organizacional.

Tenha em mente que promover mudanças na cultura da organização é um processo relativamente complexo, que requer o apoio de ferramentas para a mensuração dos resultados obtidos.

Acompanhe as novidades da área

Preocupe-se em manter o RH aberto para aderir às tendências do mercado, que estão surgindo em nível globalizado. Com isso, você garante que a área estratégica da empresa possa se adaptar à modernidade, evitando defasagens. Nesse contexto, considere as seguintes ações:

  • faça uma gestão de talentos eficiente de cada colaborador, assegurando que a pessoa certa desempenhe a função certa. Para tanto, é preciso acompanhar os comportamentos e as competências técnicas específicas de cada cargo, a fim de desenvolver continuamente as habilidades do time;
  • promova a integração da gestão de pessoas com um modelo de liderança que seja bem delineado e busque favorecer a alta performance, ajudando no desenvolvimento com base na estratégia da empresa;
  • contrate colaboradores seguindo as visões estratégicas da organização e de seus cargos;
  • monitore periodicamente as métricas de resultados do seu RH (como custo da área, gastos com o pessoal e nível de satisfação dos trabalhadores — antes e após a implementação do modelo estratégico —, com o intuito de proporcionar melhorias contínuas);
  • sempre que possível, invista na capacitação de seus colaboradores utilizando o que há de mais atual no mercado, além de aderir aos treinamentos que são indispensáveis para que as atividades sejam entregues com maior eficiência.  

Agora que já sabe como estruturar o RH estratégico, você também precisa reconhecer que, para que essa transformação traga os resultados esperados, é necessário mudar a mentalidade de toda a organização. A equipe de profissionais, como um todo, deve cooperar para que esse departamento seja incorporado às atividades e metas de cada área.

E então, nosso artigo foi útil para você? Quer saber mais sobre o assunto? Baixe nosso e-book e veja por que ter um RH estratégico na sua empresa!


Sônia Padilha

Sônia Padilha

Especialista em Gestão de pessoas desde 2003, com formação na Fundação Getúlio Vargas, desenvolvendo projetos para pequenas e médias empresas, em diversos segmentos. Atuação de 19 anos na área de Educação, e a última experiência acadêmica como Professor Convidado na Pós Graduação da UNINOVE nas áreas Gestão Estratégica de RH e Consultoria Empresarial. Presidente da ABRH-SP – Regional Sorocaba.
R&S de Sucesso
Por que sua empresa precisa ter um RH estratégico?

Veja também

Espere um pouco! Cadastre-se para receber novidades de nosso blog!

Cadastre-se para receber nossas novidades em seu e-mail: