Acesso à Área do Cliente
Como fazer uma pesquisa de clima organizacional? Veja aqui!
22 de outubro de 2018 Sônia Padilha

Vivemos hoje uma realidade muito diferente no contexto empresarial do que tínhamos há alguns anos. Por uma série de motivos, aquele modelo no qual os colaboradores ficavam satisfeitos simplesmente por estarem em uma boa empresa e com os salários em dia já não existe mais.

Atualmente, falamos em propósito, engajamento e employer branding. Os anseios e expectativas mudaram. É cada vez menor o número de pessoas que têm o sonho de construir uma carreira de 20 ou 30 anos em uma mesma empresa. As novas gerações são bem menos apegadas a isso e demonstram menos aversão às mudanças.

Nesse cenário, identificar situações presentes no ambiente interno da empresa e as formas como as pessoas e times se relacionam é fundamental. Mas como fazer uma pesquisa de clima organizacional, que permita ao empreendedor conhecer melhor a respeito dessas questões?

Neste artigo, você saberá por que esse instrumento é tão importante e porque vale a pena investir nesse tipo de pesquisa. Há inúmeras vantagens que ela pode proporcionar tanto para sua empresa, quanto para seus colaboradores. Confira!

Por que apostar em uma pesquisa de clima organizacional?

Ao realizar as pesquisas de clima, você passa a ter dados que colaboram na tomada de decisão. Isso, é claro, tem influência direta nas ações que a empresa implementará para melhorar seus resultados, partindo da ideia de que as pessoas são as maiores responsáveis pelo crescimento dos negócios. 

Sabemos que a satisfação do colaborador não está mais ligada apenas ao seu salário. Então, se considerarmos a Pirâmide de Maslow, podemos dizer que as pessoas estão cada vez mais buscando atingirem realizações níveis superiores ao buscarem por melhores relacionamentos humanos, conquistas pessoais e profissionais e por construírem carreiras definidas com base em propósito.

Nesse sentido, é muito importante monitorar se as expectativas dos colaboradores estão sendo atendidas pela organização. Manter uma pessoa em alto nível de motivação e engajamento é uma tarefa cada vez mais complexa e cheia de nuances.

Por exemplo, de nada adianta pagar salários acima do mercado se o ambiente de cobrança e pressão pelo atingimento de metas não for condizente com a realidade e a maturidade do time para lidar com isso. Não adianta ter a melhor carteira de benefícios dentre suas concorrentes, se há insatisfação com o estilo da liderança.

As pessoas deixaram de se importar apenas com dinheiro no bolso e passaram a se preocupar também com a qualidade de vida. E é muito importante que as empresas passem a se atentar a isso. São fatores diferentes dos mais tradicionais e que têm impactos diretos nas equipes de trabalho. Fazer as pesquisas para identificar quais são esses motivos torna-se, então, fundamental.

Quais as principais vantagens?

Ao levantar as informações de interesse por meio da pesquisa de clima, sua empresa poderá investir em ações direcionadas e que, de fato, farão a diferença no ambiente de trabalho e na vida dos colaboradores.

Dessa forma, é interessante pensar no melhor modelo de questionário, com as perguntas pertinentes ao seu contexto, visando otimizar a obtenção de informações. Para tanto, é preciso fazer o planejamento para a pesquisa e contar com profissionais especializados nesse tipo de atividade.

É fundamental compreender que não é o simples fato de fazer meia dúzia de perguntas aos colaboradores que irá fazer a diferença. É necessário saber quais são essas perguntas, em que momento devem ser feitas e, principalmente, conseguir trabalhar com as respostas.

Esse é um processo  estratégico. Por isso, é importante que seja acompanhado pelo donos e líderes da empresa. Eles precisam criar e incentivar a cultura de que todos os esforços serão realizados, sempre que possível, para que o clima seja sempre positivo.

Com isso, sua empresa poderá observar inúmeros ganhos, como relações mais genuínas e saudáveis entre os colaboradores, crescimento da ideia de cooperação ao invés da competição, formação de líderes melhores e mais bem preparados para conduzir a empresa ao futuro.

Sem falar na imagem que o mercado passará a ter de sua instituição. Seus colaboradores deixarão de ser simples “batedores de cartão” e se tornarão defensores da marca. É o que se chama hoje de senso de pertencimento. Da vontade sincera do colaborador de estar vinculado à sua empresa e de trabalhar para que ela evolua.

Não existe propaganda melhor que essa. Tanto para atrair e manter os melhores talentos quanto para aumentar suas vendas, uma vez que o público em geral poderá identificar sua empresa como sendo boa em um contexto mais amplo.

Como definir um passo a passo?

O planejamento para a realização da pesquisa de clima é muito importante. É preciso se organizar e não fazer o processo de qualquer maneira, pois se assim for feito, sua empresa não poderá usufruir dos benefícios.

Esteja atento para alguns pontos como o prazo que os colaboradores terão para responder as perguntas. Deve ser um tempo confortável, para que ele pense e responda com calma, sem se sentir pressionado e dar qualquer resposta apenas para se livrar.

Nesse sentido, também é fundamental que o RH tenha uma participação decisiva na conscientização. As pessoas não podem entender a pesquisa como mera obrigação, elas precisam saber que se trata de uma atividade que visa ao bem de todos na organização.

Na elaboração do questionário, é interessante que as perguntas sejam abrangentes o suficiente para monitorar a satisfação dos colaboradores em relação aos salários, benefícios, condições físicas e estruturais de trabalho, objetivos de carreira, percepção da valorização e incentivos ao desenvolvimento. Também suas opiniões em relação aos colegas, subordinados e lideranças.

Após aplicar os questionários, compilar os dados e analisar os resultados, chega o momento de definir quais serão as ações para resolução dos principais pontos levantados. Lembre-se de que não adianta nada fazer a pesquisa por fazer. Se os colaboradores não perceberem que a empresa está se movimentando no sentido de melhorar as condições, conforme resultados apontados na pesquisa, o efeito pode ser até inverso.

Agora que você já sabe como fazer pesquisa de clima organizacional, entre em contato conosco e leve essa importante ação para seu empreendimento. A GP Result está pronta para ajudar sua empresa nesse processo.


Sônia Padilha

Sônia Padilha

Especialista em Gestão de pessoas desde 2003, com formação na Fundação Getúlio Vargas, desenvolvendo projetos para pequenas e médias empresas, em diversos segmentos. Atuação de 19 anos na área de Educação, e a última experiência acadêmica como Professor Convidado na Pós Graduação da UNINOVE nas áreas Gestão Estratégica de RH e Consultoria Empresarial. Presidente da ABRH-SP – Regional Sorocaba.
R&S de Sucesso
Por que sua empresa precisa ter um RH estratégico?
Como perder o medo do feedback

Veja também

Espere um pouco! Cadastre-se para receber novidades de nosso blog!